Destaques:
Notícias: Piracicaba recebe ações do Programa Mulheres de Peito
Notícias: Síndrome gripal: escassez de testes rápidos para Covid-19 faz Prefeitura alterar protocolo de atendimento
Notícias: SP recomenda prevenção em grandes eventos para combater avanço da COVID-19
Notícias: Crabs de cinco bairros e UBS Centro começam a atender casos de síndrome gripal.
Notícias: Prédio do Poupatempo será denominado de Jairo Ribeiro de Mattos
Notícias: SP anuncia ampliação do Hospital Regional de Piracicaba
Notícias: Prefeitura e Fenapi anunciam retomada da Festa das Nações em 2022
Prefeitura amplia atendimento de síndrome gripal nos 51 PSFs e retoma projeto RespirAr
Compartilhe:

Prefeitura amplia atendimento de síndrome gripal nos 51 PSFs e retoma projeto RespirAr

Autor: Texto e Fotos: Felipe Poleti/CCS

Hoje, terça-feira, 11/01, Piracicaba registrou o recorde de novos casos de Covid-19 para as últimas 24 horas, com 407 positivados. Devido a esse aumento e também o de casos de síndrome gripal, a Prefeitura de Piracicaba reforçou o atendimento com a retomada do Projeto RespirAr. As 51 unidades de Saúde da Família (PSF e USF) de Piracicaba já alteraram seu atendimento de rotina para acolher esses pacientes com síndrome gripal (Influenza e/ou Covid-19). No período da manhã a equipe do PSF atende a rotina diária em saúde de família, com prioridade às gestantes e crianças; já no período da tarde, das 13h às 16h, a unidade faz o acolhimento exclusivo para pacientes com sintomas respiratórios. Os Crabs Vila Rezende e Vila Cristina e a UBS Centro também realizam esse tipo de atendimento de segunda a sexta, das 7h às 19h (Crabs) e das 16h às 20h (UBS Centro).
De acordo com o secretário de Saúde, Filemon Silvano, é importante lembrar que as USFs e PSFs não terão horário estendido e não atenderão este público aos finais de semana, portanto, quem precisar de atendimento neste período deve procurar uma das quatro unidades de pronto atendimento (UPAs) da cidade. "Precisamos esclarecer que o paciente que apresentar sintomas de síndrome gripal mais intensos devem procurar primeiro uma das nossas quatro unidades de urgência e emergência, que são as UPAs. Caso esteja com sintomas mais leves, o paciente pode procurar atendimento em uma unidade de saúde mais próxima de sua casa de segunda a sexta-feira, no período da tarde", afirmou.

Apesar da alteração na forma de atender a população, as USFs e PSFs têm limite para atendimento, por isso, ao longo do dia, cada unidade faz entrega de senhas para realizar o acolhimento de acordo com sua capacidade naquele momento. "É importante deixar claro que a demora do atendimento nestas unidades pode acontecer devido ao volume de pessoas que estão procurando assistência médica. A retomada do Projeto RespirAr, agora com o foco nas síndromes gripais, vai ajudar a desafogar o atendimento em UPAs. Além disso, para quem apresentar sintomas de Covid-19, estão disponíveis testes de antígeno e de RT-PCR", lembra Filemon.